A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), em parceria com a Prefeitura de Jales, realizou na manhã da sexta-feira, dia 8 de junho, no Estádio Municipal Roberto Valle Rollemberg, o sorteio de 99 unidades habitacionais construídas no Residencial Honório Amadeu.

O evento contou com a presença do prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, do diretor presidente da CDHU, Humberto Schmidt, do gerente regional da CDHU, Rogério Gatti, do assessor regional da CDHU na região de São José do Rio Preto, Marcelo Hercolin, de vereadores, secretários municipais, servidores públicos e das 2.484 pessoas que concorreram aos imóveis e foram acompanhadas de familiares e amigos. O deputado estadual Itamar Borges e representantes de deputados também marcaram presença.

Do total das unidades, 80 foram sorteadas para a população em geral, sete para deficientes, cinco para idosos, quatro para policiais e agentes penitenciários e três unidades para indivíduos sós. O empreendimento foi viabilizado pelo Programa Morar Bem, Viver Melhor, por meio da CDHU. As unidades têm dois dormitórios de 56,67 m² com sala, cozinha, banheiro e área de serviço. As moradias respeitam e incorporam as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação – piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água, aquecimento solar para chuveiro, e acessibilidade, entre outras melhorias. Os residenciais contam com completa infraestrutura urbana, pavimentação, iluminação pública e redes de água, esgoto e elétrica.

As inscrições das famílias foram realizadas de 09 a 12 de abril, no Teatro Municipal de Jales (Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo), somente para àquelas que compareceram ao agendamento obrigatório. Foram quatro dias de atendimento tranquilo, conferência de documentos e cruzamentos de dados.

A habilitação dos sorteados será no Teatro Municipal – Centro Cultural Dr. Edilio Ridolfo, nos dias 14 e 15 de junho. Eles deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar e atestar que o chefe da família trabalhe no município há pelo menos cinco anos, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos, 30 anos ou mais.

O diretor presidente da CDHU, Humberto Schimidt, ressaltou o número de inscritos e disse que “isso demonstra a demanda represada, mas que o prefeito Flá já está cuidando, não só o que está em construção, mas se preparando para trazer novas unidades para o município. A habitação social é uma grande necessidade, e a CDHU tem se aproximado muito dos municípios e dos prefeitos, independente de bandeiras. Hoje estamos sorteando 99 casas, mas temos a consciência de que precisamos produzir muito mais. O estado de São Paulo é o que mais constrói casas populares, mas queremos acelerar e crescer mais. Hoje é um dia de muita alegria, 99 famílias vão realizar o sonho da casa própria e até o final do ano entregaremos as unidades”.

O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, ressaltou que a efetivação das inscrições e o sorteio foi de inteira responsabilidade da CDHU. “O objetivo da CDHU foi realizar um sorteio com transparência, lealdade e honestidade, temas que preconizamos em nossa administração”, disse. Flá aproveitou para fazer um pedido especial aos representantes da CDHU: “nós já temos um terreno para a construção de novas casas em Jales, levem essa reivindicação ao nosso governador porque a cidade e a população merecem mais casas populares. Para o sorteio de hoje tivemos quase 2.500 inscrições, precisamos atender a essas pessoas e eu não vou me cansar de lutar por mais unidades habitacionais, tanto do CDHU, quanto do Minha Casa Minha Vida. Que Deus abençoe a todos, vamos juntos nessa empreitada, a cidade está sendo recuperada e precisa do apoio da comunidade”, finalizou.