Na última terça-feira, dia 26, o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS I Região de Jales recebeu a visita do CAPS – II da cidade de Votuporanga para um momento de troca de informações e conhecimento.

O motivo da visitação foi pelo fato de o CAPS de Jales ser referência na região, recebendo, com frequência, vários elogios. Além dos servidores jalesenses, também estavam na reunião a coordenadora do CAPS de Votuporanga, médica psiquiatra, psicólogo, assistente social, enfermeira, quatro alunos que estão no internato de medicina e fazem esse tipo de acompanhamento.

A coordenadora do CAPS de Jales, Ana Alice Freitas de Castilho disse que é muito interessante esse intercâmbio para adquirir novos conhecimentos. “Eles vieram até aqui conhecer nosso trabalho. Votuporanga é sempre uma referência pra gente, buscamos bastantes informações com o pessoal de lá, não só da saúde, mas de outras áreas também e dessa vez acaba sendo nós uma referência para eles, como uma troca de ideias”, completou.

ATENDIMENTO

O Centro de Atenção Psicossocial – I Regional Jales é um órgão mantido pelo CONSIRJ/Consorcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales que atende pacientes com transtornos mentais, bipolar, depressão grave, TOC (Transtorno Obsessivo e Compulsivo), ideação suicida, esquizofrenia e outras psicoses, tendo como objetivo o tratamento dos mesmos e atenção básica até a sua reinserção social.

A unidade jalesense oferece atendimentos mensais de psiquiatria, acompanhamentos diários de enfermagem, familiares e oficinas de artesanato, pedagogia, música, atividades físicas e terapia ocupacional. Possui uma política anti-manicomial que preconiza a redução do número de leitos psiquiátricos nos hospitais e a organização da rede de atendimento psicossocial.

A equipe é composta por 13 pessoas, entre psiquiatra, coordenadora, enfermeira, técnica de enfermagem, assistente social, artesã, terapeuta ocupacional, psicóloga, escriturária, cozinheira, auxiliar de serviços gerais e motorista. Atualmente o CAPS atende aproximadamente 65 pacientes que frequentam semanalmente o Centro em regime intensivo (todos os dias o dia todo), semi-intensivo (todos os dias meio período ou três vezes na semana) e não intensivo (de uma a duas vezes por semana).

No ano de 2018 foram realizados mais de 8.310 atendimentos/atividades a população.

Para mais informações, os interessados em atendimento podem procurar diretamente o serviço pelo telefone (17) 3621-4811, ou em sua sede localizada na Rua Sete, nº 2957, centro.