O município de Jales tem registrado um número considerável de incêndios em terrenos e propriedades rurais. As maiorias destas ocorrências estão sendo promovidas por consequência de ações humanas, potencializadas com os descuidos rotineiros, como pontas de cigarros atiradas em locais inadequadas, à beira das estradas, fogueiras mal apagadas, ou mesmo incêndios criminosos provocados intencionalmente, tornam este tipo de fato cada vez mais comum.

Com o longo período de seca, os problemas respiratórios como gripes e alergias aumentam, e para evitar essas doenças, a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Jales pede à população atenção, sobretudo com crianças, idosos.  Uma das grandes preocupações dos responsáveis é com o aumento de registro dos casos de incêndios em terrenos, matas e quintais, que também são causas de danos à saúde e ao meio ambiente.

“Não queremos que isso seja uma constante para a cidade de Jales. Para novas perspectivas é necessário que existam novas posturas com uma conduta adequada dos jalesenses. É necessário que a população se conscientize dos perigos que podem ser provocados por suas atitudes, pois estamos em tempo de estiagem, o vento é um efeito propagador do fogo, levando as faíscas de matas secas, pastagens e as residências. Com atitudes erradas, a vida de muitas pessoas é colocada em risco, gerando sérios danos e prejuízos para os proprietários, além da severa agressão causada contra a fauna e ao meio ambiente”, alertou o coordenador municipal de Defesa Civil, Paulo Correa.

Vale ressaltar que o artigo 250 do Código Penal diz que causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem resulta em reclusão de três a seis anos e multa.  A Defesa Civil alerta a população para que não jogue latas de alumínio e vidro em meio ao mato, devido ao fato de que esses materiais aquecem com a luz do sol e acabam iniciando a combustão do mato seco. Outro pedido é para que a população não jogue bitucas de cigarro na mata, e nem realizem a limpeza de terrenos com fogo. Com esse tipo de limpeza, muitas vezes o fogo foge do controle e acaba passando para outros terrenos, ocasionando grandes incêndios.

O cidadão deve ficar atento e cooperar com responsabilidade, em caso de incêndio ligar para 193 (Corpo de Bombeiro) ou 199 (Defesa Civil).