O Dia das Crianças foi celebrado com uma programação especial entre os dias 07 e 09 de outubro na Biblioteca Municipal Edith Moreira Ridolfo. O projeto “Criança na Biblioteca”, realizado pela Associação dos Amigos da Biblioteca, recebeu os alunos das EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) Prof. Aparecido Tadeu R. Estanislau, Prof. Antonio Di Bernardo Perez e Emei Jardim Arapuã com diversas atividades culturais que  fizeram a festa da criançada. 

Alunos do maternal I e II, com idades entre dois a quatro anos, tiveram a oportunidade de conhecer os espaços da Biblioteca e ter um dia especial em meio às prateleiras repletas de livros enriquecedores e que exercitam a imaginação. O objetivo do projeto foi incentivar a leitura às crianças, estimular a oralidade, a criatividade e o gosto pela poesia, trazendo muito conhecimento para os pequenos leitores.

Uma das novidades desse ano, além da biblioteca ter aberto espaço aos alunos da educação infantil, foi à presença da escritora regional e presidente da Casa do Poeta de Jales, Marilene Teubner, que leu trechos de seu livro, recém-lançado, “A Janela Amarela”, fazendo com que os pequeninos imergissem no mundo da literatura.

“Nós incentivamos a leitura dos nossos alunos desde bebês e valorizamos muito quem é o escritor, o ilustrador. O olhar que se dá ao momento da leitura, que para nós é um momento prazeroso, principalmente com essa linguagem simples e histórias que encaixam com situações do cotidiano dos pequeninos. Isso ficará na memória das crianças. Contar com a escritora Marilene para nos receber foi muito gratificante”, comentou a coordenadora do Jardim Arapuã, Irlaine Regina Lopes Predo. “Na EMEI não é só o cuidar, priorizamos também o educar e essa parte da leitura faz parte do educar”.

Para a coordenadora da EMEI Aparecido Tadeu, Idenir Rodia Lopes, que trabalha com aproximadamente 65 alunos, “inserir a criança nesse mundo de leitura, é um brinquedo educativo instrutivo, incentivando a leitura desde sempre. É um mundo imaginário que eles criam e se divertem, utilizamos desse meio desde cedo para criar a cultura da leitura”, frisou.

Já a educadora da EMEI Antonio di Bernardo Perez, Giovana de Lima Bolognesi, ressaltou que “apesar de não saberem ler, conhecerem apenas alguns números e letras nessa faixa etária, é importante desde criança ter esse incentivo, pois quando eles pegam um livro, observam as imagens, então viajam na própria imaginação. A partir da figura eles constroem a história, mesmo não lendo”.

No final da visitação, foi servido biscoitos, pães de queijo e suco para os pequenos, além de serem presenteados com sacolinhas surpresas contendo mimos.

A escritora Marilene Teubner, que esteve presente durante os três dias, enfatizou que “trabalhar com crianças é impar, é o momento que eles estão descobrindo os valores, o que eles vão levar para a vida deles. Isso é simples, porém importante. Na leitura eles precisam de imagens, você enriquece, vira um conjunto”.

A escritora contou também que estará no Festival Literário de Votuporanga (FLIV) e será sua primeira vez no local. Ela mostrará seu trabalho que está realizando há muito tempo, um mérito alcançado pelo lançamento do livro A Janela Amarela.

“O intuito de trazer essa faixa etária é propiciar momentos de alegria e aprendizagem para as crianças. O apreço à leitura tem que começar desde cedo, e claro, precisa ser um trabalho em conjunto com os pais, pois eles também devem apoiar o hábito de ler dentro de suas casas”, destacou a coordenadora da Biblioteca Municipal, Carla Fontana.