Documento foi assinado durante visita do secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento Júnior.

Durante a visita do secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento Júnior, às obras do Centro Dia do Idoso de Jales, na tarde do último sábado, dia 22 de setembro, prefeitos e representantes de sete municípios da região assinaram o protocolo de intenções para adesão ao Programa Recomeço – Uma Vida Sem Drogas, do governo estadual. Além de Jales, assinaram o documento as cidades de Mesópolis, Santa Salete, Turmalina, Aspásia, Riolândia e Guarani D’Oeste. O prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, e a primeira-dama Glauciane Pontes Helena Franco recepcionaram as autoridades.

Estiveram presentes o prefeito de Mesópolis, Leandro Polarini, a secretária de Assistência Social de Santa Salete, Renata Lopes de Souza, o prefeito de Turmalina, Alexandro Pereira, o prefeito de Aspásia, Josué de Assunção, o Calango, o vice-prefeito de Riolândia, Baltazar de Queiroz e o prefeito de Guarani d’Oeste, Nilson Caffer.

No total, 187 municípios já assinaram o protocolo de intenções, nas regiões da Grande São Paulo, Ribeirão Preto, Jundiaí, Sorocaba, Piracicaba, Americana, São José do Rio Preto, Fernandópolis, Vale do Paraíba e Baixada Santista. Para aderir ao programa é necessário criar o Comitê Gestor Municipal de Políticas sobre Drogas, elaborar o diagnóstico do Cenário Municipal de Políticas sobre Drogas, elaborar Plano de Ação Municipal de Políticas sobre Drogas, submeter à aprovação do Comitê Técnico Científico e do Grupo de Gestão Executiva o Plano de Ação Municipal de Políticas sobre Drogas e publicar em âmbito municipal; e posteriormente fazer a adesão.

“Todos os municípios do Estado precisam ter uma política clara e estruturada de combate às drogas e o Programa Recomeço traz isso para as cidades”, afirmou o secretário Gilberto Nascimento Jr.

O Governo do Estado, por meio do Programa Recomeço, acolheu 16.853 dependentes químicos de 2013, quando foi criado, até agora em suas comunidades terapêuticas. O Recomeço promove ações preventivas do uso indevido de substâncias psicoativas, o enfrentamento ao tráfico de drogas, controle e requalificação de territórios específicos, oferece acesso à Justiça e à Cidadania, apoio socioassistencial e tratamento médico aos dependentes de substâncias psicoativas, suas famílias e comunidade.

“Para complementar o programa, a SEDS criou os projetos Recomeço Família e o Recomeço Jovem. O Recomeço Família é uma proposta de trabalho coordenado para cuidar das famílias que enfrentam a dependência química de um de seus membros. Já o Recomeço Jovem, estimula e protege crianças e adolescentes (até 18 anos) por meio de um trabalho de prevenção, reinserção social, empoderamento juvenil em situação de risco e reabilitação do uso de substâncias psicoativas”, informou o secretário.

Para participar do Programa Recomeço, os municípios devem assinar o termo de adesão para uma política de combate às drogas, além de metodologias e equipamentos.