Os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social de diversos municípios estiveram em Jales, na quarta-feira (18), mobilizados em defesa da política de assistência social.

A mobilização se iniciou a partir das 8h30 na Câmara Municipal de Jales, havendo em seguida uma passeata pela Avenida Francisco Jalles. A intenção foi sair às ruas para repudiar publicamente a proposta orçamentária encaminhada pelo Governo Federal para 2018, que prevê cortes de até 99% do orçamento da área de assistência social.

O principal objetivo da mobilização foi demonstrar a necessidade de que a proposta orçamentária para 2018 seja recomposta, conforme as deliberações do Conselho Nacional de Assistência Social e não seja aprovada pela Câmara Federal dos Deputados como está.

Segundo. a Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Assistência Social, Luana Lourenço da Silva, a proposta orçamentária apresentada pelo governo, representa retrocessos para organização da assistência social em todo o território nacional, inviabilizando a continuidade da oferta dos serviços, o que poderá afetar principalmente os programas e benefícios assistenciais, comprometendo todas as possibilidades de defesa, ampliação e fortalecimento da proteção social em nosso país.

Acompanhando as mobilizações esteve o Prefeito do Municipal de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, juntamente com a primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Glauciane Pontes Helena Franco.

Representando os vereadores estiveram presentes o presidente da Câmara, Vagner Selis, e os vereadores Vanderley Vieira, João Zanetoni, Bismark e Fábio Kazuto. Compareceu ainda todos trabalhadores da assistência social de Jales, sendo das unidades públicas do CRAS, CREAS e CASA DE APOIO AO MIGRANTE.

Das Organizações da Sociedade Civil de Jales estiveram presentes integrantes da APAE, AACAJ, SACRA e LAR DOS VELHINHOS, além da participação de usuários da política de assistência social e demais trabalhadores do SUAS de outros municípios.

Por Secretaria Municipal de Comunicação