Na segunda-feira, dia 12, os atletas da liga jalesense de futsal Apafuj/Griffe Teean das categorias sub-12 e sub-16 que recebem o apoio da Prefeitura Municipal de Jales foram até o Ginásio de Esportes “Vera Lucia Maldonado Martins” para comemorarem juntamente com os pais, amigos e comunidade o título de campeões na competição “Troféu Pirantininga”. O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, também compareceu e cumprimentou todos os atletas mirins pela grande façanha.

O campeonato reúne 49 ligas de todo o estado de São Paulo, não sendo disputadas por clubes e sim por seleções/ligas das cidades participantes.

A liga sub-12 de Jales conquistou o campeonato de sua categoria jogando a final contra a liga de Itapevi. Na partida de ida, que aconteceu em Jales, o time anfitrião venceu os visitantes pelo placar de 6×1. No jogo de volta, que aconteceu na cidade de Itapevi, no último sábado (10), a equipe jalesense perdeu por 3 a 1, levando a partida para as penalidades máximas e venceu conquistando titulação de campeões.

Já a liga sub-16 jalesense venceu a liga de Osasco nas duas partidas. Na primeira o placar ficou 2×0 para Jales e, no jogo de volta, o resultado foi de 7×3, batendo de vez a liga de Osasco conquistando o título de campeões da categoria.

As equipes são comandadas pela comissão técnica que é composta pelo treinador Tiago Luis de Melo, e pelos auxiliares técnicos, Deivid Francisco de Melo e Fernando Pegolo Alves. “Jales já foi campeã cinco vezes na história do campeonato, mas é a primeira vez que duas categorias chegam à final no mesmo ano”, disse o treinador Tiago de Melo.

O prefeito Flá parabenizou os atletas e os pais que estavam presnetes. “A cidade de Jales fica muito agradecida por ter momentos como esse de alegria. Os familiares também tem uma porcentagem nesta conquista, sem o incentivo para os filhos seria muito mais difícil. Obrigado por levarem o nome de nossa cidade aos lugares mais alto do pódio e, principalmente por difundir e incentivar cada vez mais o esporte que é tão importante na vida das pessoas”.