O Projeto Corpo e Mente em Movimento, mantido pela SACRA (Sociedade Assistencial e Cultural da Região de Jales), que atende aproximadamente 50 crianças e adolescentes de diversos bairros de Jales, foi contemplado com recursos do Projeto Voluntários BB – FIA (Fundo da Infância e Adolescência) 2017, ação social do Banco do Brasil, vinculado a diversas agências do país.

A solenidade de entrega simbólica e assinatura do cheque no valor de R$ 40 mil, equivalente o repasse, ocorreu no gabinete da Prefeitura de Jales, contando com as presenças do prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, do gerente de governo da plataforma do Banco do Brasil, Juliano Miani, o gerente da agência de Jales, Renato Augusto, do Bispo Diocesano de Jales e Presidente da SACRA, Dom Reginaldo Andrietta, da coordenadora do projeto Elizangela Antunes, da assistente social que acompanha o Projeto Cléia Dias, do assessor de imprensa da Diocese de Jales, Edvaldo Mella Janasco e do presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Rivail Rodrigues Júnior.

Por meio do recurso conquistado a entidade pretende investir o valor para estruturar a execução das atividades do projeto “Karatê – Corpo e Mente em Movimento”, aumentando a possibilidade de atuação profissional do participante e valorizando a transformação social possibilitada pela prática esportiva.

O Projeto Voluntários BB – FIA (Fundo da Infância e Adolescência), conta o principal objetivo de valorizar e reconhecer as ações de caráter social desenvolvidas por pessoas voluntárias ligadas ao Banco do Brasil em serviços prestados em instituições sem fins lucrativos e que atuam em razão da proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, de acordo com o que estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA, como apresentado em Jales.

O programa nacional do Banco faz a vinculação do voluntariado dos funcionários junto à comunidade, como explicou o gerente de governo da plataforma do Banco do Brasil, Juliano Miani, “nós tivemos poucos projetos aprovados, na primeira fase totalizaram 40 projetos, na segunda fase mais 36, dentre esses o SACRA, que teve sua aprovação junto com o CMDCA de Jales, que é o responsável pelo trabalho de captação de projetos e aprovação das atas todas. Como se trata de uma redistribuição tributária do imposto de renda do Banco do Brasil para entidades, ela teve que virar dinheiro público, passar por todo o processo do edital de chamamento, respeitando toda a burocracia de acordo com a lei”.

Juliano Miani ainda completou, “a partir de agora o dinheiro já está com entidade, ela vai desenvolver o projeto durante o ano todo e prestar contas dos resultados. Na região tivemos alguns outros projetos dentro da plataforma, com um alto índice de aprovação, se aproximando de 12 projetos aprovados”.

A coordenadora Elizangela Antunes, afirmou que “o valor destinado ao nosso projeto veio em boa hora para o fortalecimento dos nossos trabalhos e será empregado nas aulas do Karatê, que era realizado de forma voluntária e agora será mais profissionalizante, cada criança vai receber o seu kimono, seu material de treino, tendo aulas com um profissional capacitado. Este cheque é extremamente importante não só para a formação deles enquanto atletas, mas também na formação enquanto cidadão”.

Sobre o Projeto Corpo e Mente em Movimento a coordenadora descreveu “recebemos crianças e adolescentes com idade de 6 à 15 anos, oferecemos atividades de dança, recreação, futebol atividades ligada ao teatro, palestras educativas de conscientização ambiental, sendo um projeto muito amplo, trabalhando a formação da cidadania dessas crianças.”

Valorizando o excelente serviço prestado pelo projeto e reconhecendo sua atuação em cuidar bem de seus integrantes, o Prefeito Flá reconheceu a atuação do poder público como condutor dos recursos da inciativa privada para a entidade, “nós atuamos para que o chamamento público e todos os processos necessários transcorressem da melhor forma possível e a colaboração fosse firmada, até a prestação de contas. Reconhecemos o importantíssimo trabalho desenvolvido pelo projeto e a transformação da realidade de que ele gera, bem como as novas oportunidades de futuro”.