O Fundo Social de Solidariedade de Jales promoveu na tarde da sexta-feira, dia 23 de março, a quinta edição do Chá das Gestantes, o primeiro de 2018. O evento promovido na sede da Associação Nipo Jalesense é realizado em parceria com a Prefeitura de Jales, por meio da Secretaria Municipal de Saúde com a participação de profissionais do SAE-CTA (Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento) e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família).

O evento contou com a presença de 40 gestantes e acompanhantes. Foi abordado o tema “Gestação: A mudança no corpo da mulher e os cuidados necessários”, com o objetivo de construir conhecimento que privilegie um a gravidez sadia, tomando os cuidados que proporcionem para mulher e o bebê uma gestação saudável.

As atividades tiveram início com a recepção e acolhimento das participantes. O cronograma contou com os respectivos registros, inscrições para o sorteio e brindes e coletas de assinaturas, além da acomodação das gestantes. Um espaço de brinquedoteca foi montado para acolher as crianças que acompanharam as mães no encontro e participaram de atividades preparadas especificamente para elas.

Na abertura foi realizada uma apresentação de dança do ventre com as alunas do projeto “Dança e Saúde”, coordenado pela educadora física do NASF, Juliana Toledo, que encantou as participantes.  Um alongamento acompanhado pelo educador Físico do NASF, Idair Lopes, não deixou ninguém parado, animando ainda mais todas as futuras mamães. Buscando uma maior interação e contato entre as mulheres que estavam no Chá, uma dinâmica com as figuras do “Ciclo da Vida” fez com elas se conhecessem melhor através da atividade realizada em grupo.

A enfermeira da ESF (Estratégia de Saúde da Família) Francisco Xavier Rego, do Jardim Paraíso, Ana Carolina Lima Amador, comandou um bate papo sobre o desenvolvimento da gravidez, abordando temas com fecundação, hormônios, enjoos e as mudanças do corpo da mulher do primeiro ao terceiro mês de gestação. “É importante abordar as mudanças ocorridas no primeiro trimestre de gestação, os principais sintomas, o processo em que a grávida vive como um todo, desde o atraso menstrual, reforçando com elas necessidade da busca por uma unidade de saúde para o pré-natal e o acompanhamento mensal de médicos e enfermeiros”.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida Moreira Martins, a gestação é um momento muito importante na vida da mulher, “e para garantir saúde, o pré-natal é uma das prioridades enquanto ação de promoção de saúde e cuidado com a gestante, com a relação mãe-bebê, neste período da gestação. Fazendo a parceria com Fundo Social de Solidariedade, nós conseguimos viabilizar este momento de integração, disponibilizar este momento de descontração, com atividades de relaxamento, de orientação sobre a sua saúde, sobre como passar bem esse período, os cuidados que ela precisa para isso, além das orientações quanto aos sinais e sintomas, para evitar futuros problemas e acima de tudo incentiva-las á frequentar o pré-natal nas ESFs”.

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Glauciane Pontes Helena Franco, “o objetivo do Fundo Social em apoiar as atividades da secretaria de Saúde é valorizar essas ações, que priorizam a melhoria da qualidade de vida da população, o convívio com as gestantes, oferecendo orientação e colaborando com o planejamento familiar. Vamos sempre estimular este tipo de parceria, pois unindo nossas forças conseguimos resultados eficientes. No ano passo foi uma experiência inovadora e extramente gratificante”.

Após o encerramento das atividades foi realizado um coffee break e o sorteio de brindes que foram doados pelo Fundo Social de Solidariedade.