Ao longo do mês de julho, o Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento – SAE/CTA de Jales realizou a campanha “Julho Amarelo”, que teve como finalidade a conscientização da população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento das hepatites virais B e C.

No total, foram operados 1.116 testes rápidos, sendo 693 de hepatites B e C, 213 de HIV e 210 de sífilis. Apenas um caso positivo de hepatite tipo C foi registrado durante os testes.

As hepatites virais são patologias estimuladas por diferentes vírus que manifestam em características diferentes. A causa do vírus pode ser pelo uso de alguns remédios, álcool e outros tipos de drogas, assim como também por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

Dieine Morise Garcia, coordenadora do SAE/CTA de Jales afirma que houve um aumento na procura pelos testes rápidos deste ano em relação ao ano passado e explica que o diagnóstico precoce é essencial para a interrupção da dissipação da doença. “Este foi o segundo ano em que o município aderiu à campanha Julho Amarelo. É de grande importância a execução dos testes rápidos, pois o conhecimento da existência da doença precocemente pode interromper um ciclo de dissipação do vírus, tanto das hepatites B e C, como também sífilis e o HIV”.

O SAE/CTA de Jales recebeu apoio da Secretaria Municipal de Saúde, do Rotary Club, Rotary Club Grandes Lagos e Casa da Amizade, além de ter a participação em eventos como a 32ª edição da Festa do Motorista e Encontro dos Caminhoneiros, onde foram realizados os testes e também instruções e distribuições de panfletos.