Com o objetivo de reforçar o trabalho de conscientização sobre a importância da prevenção das hepatites virais, o SAE/CTA, em parceria com a Vigilância Sanitária, visitou na terça-feira, 21 de julho, os estúdios de tatuagem que funcionam no município de Jales.

A ação faz parte das medidas tomadas em alusão do Julho Amarelo, mês que reforça o alerta sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das hepatites virais. Também faz parte do cronograma da equipe efetuar visitas em salões de cabelereiros, manicures e pedicuros que prestam serviços na cidade.

No período da manhã foram visitados os estúdios Blade Tattoo e Bent To Fly. Os tatuadores receberam orientações sobre a transmissão de hepatites e IST’s – Infecções Sexualmente Transmissíveis. Também foram distribuídos preservativos femininos, masculinos e materiais de divulgação sobre testes rápidos, hepatites e IST’s. Na semana passada, a tatuadora Tainá Caroline, do estúdio Área 413, compareceu pessoalmente ao SAE e também recebeu as orientações necessárias. Na quarta-feira, dia 22, as profissionais de saúde estiveram no estúdio Urbana Tattoo.

Em reunião com a equipe do SAE/CTA, o psicólogo da unidade, Kleber Rogério Trivizoli, falou sobre a importância de conhecer bem o local onde será prestado o serviço de tatuagem e perfuração de piercings. “Sabemos que atualmente é muito mais seguro se tatuar. Precisamos também frisar a importância da escolha de um bom estúdio, que tome todas as medidas necessárias de higiene e proteção dos clientes. Atualmente todos os estúdios sérios trabalham com materiais descartáveis, o que diminui muito o risco de contaminação”.

Os locais visitados já utilizam apenas materiais descartáveis na prestação de serviços e se dispuseram a obter orientações necessárias sobre os riscos de contaminação. O tatuador Rafael William, em parceria com o sócio Márcio Félix, falou sobre a necessidade dos profissionais da área participarem de palestras sobre biossegurança.

“Nós prezamos pela saúde dos nossos clientes e sabemos a importância da utilização de materiais descartáveis, bem como todos os cuidados de higiene com nosso local de trabalho, proteção das cadeiras e macas com plástico filme. Todo o material é trocado a cada atendimento, assim como todo o local é higienizado. Agora que estamos nesse período de pandemia não estamos atendendo clientes sem máscaras e também reforçamos as medidas de prevenção”, afirmou o profissional Rafael.

“Este Julho Amarelo tem sido atípico porque com a pandemia a metodologia de execução da campanha não pode ser a mesma de anos anteriores, já que é importante evitar aglomerações durante as ações de prevenção. Porém, nossos profissionais de saúde estão atentos para reforçar as orientações nos atendimentos individuais. Todo o protocolo de segurança em relação à Covid-19 está sendo seguido pelas profissionais”, afirmou a coordenadora do SAE/CTA de Jales, Dieine Morise Garcia.

Nós próximos dias outros estúdios de tatuagem receberão as visitas das equipes para o trabalho de conscientização.