Coragem, ousadia e afeto. Foi desta forma que a primeira edição do Sarau no Ponto deste ano começou no último sábado (12), em frente ao Ponto de Cultura do Teatro Municipal de Jales.


Com apoio da Prefeitura Municipal de Jales, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo (SMECT), o evento cultural contou com a participação especial da dupla Demerara, composta pelos jalesenses Neto Ferreira e Felipe Delatorre, atualmente radicados na capital paulista. Além disso, apresentações de danças, performances, poesias e até música autoral deram mais vida ao acontecimento.


O Sarau tem como meta promover um encontro entre o público não tendo divisão entre palco e plateia, onde todos possam ser protagonistas e ter um espaço compatível para se expressarem.


Alguns ambientes foram disponibilizados para os participantes, como o pé de poesias, com trocas de livros; Pontinho de Cultura, um espaço pensado e construído para as crianças; o espaço “Aqui se faz” e a praça de alimentação, que incluiu as barracas de acarajé e cachorro-quente.


O diretor da Escola Livre de Teatro, Clayton Campos disse que a primeira edição do Sarau deste ano é um sinal de que 2019 promete muito pela cultura. “Foi lindo. Tem sido lindo! Em plena noite de sábado cerca de 300 pessoas deixaram suas casas, optaram, entre outros afazeres, por estarem em um evento cultural que transborda arte e exala afeto. O resultado positivo mostrou que o Sarau estava consistente, não apenas pela vontade de nós organizadores, mas pela vontade do povo. Gente de muitos lugares, além de Jales vieram, como Ilha Solteira, Santa Fé do Sul, Marinópolis Fernandópolis, Votuporanga, São Francisco, Araçatuba Palmeira D’Oeste, Urânia, Dolcinópolis, Suzanápolis e São Paulo, e de outros estados também, como Volta Redonda/RJ, Curitiba/PR e Brasília/DF. Isso nos revela a dimensão, o alcance que o Sarau tem atingido. Estamos muito felizes e gratidão é o sentimento que carregamos. Gratidão a todos que colaboraram com essa construção, gratidão com o público que é lindo, e gratidão com o que ainda está por vir. Vida longa ao Sarau no Ponto!”, manifestou Clayton.