Entre os dias 10 a 14 de fevereiro, será realizada em Jales a Semana Estadual de Mobilização Social Contra a Dengue. Em Jales, o trabalho em campo terá ênfase nos bairros monitorados pelas equipes de agentes comunitários das Unidades Básicas de Saúde da cidade, com maior infestação de larvas do Aedes Aegypti, causador da doença.

A campanha é promovida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e abrange vários municípios com o objetivo de promover um esforço concentrado e simultâneo do poder público e da população para conter os níveis de infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, Chikungunya e Zika vírus, eliminando seus criadouros nas residências e em vários outros locais.

A coordenadora da equipe municipal de combate às endemias, Vanessa Luzia da Silva Tonholi explica que os cinco dias de campanha não serão suficientes para atender os vários imóveis que estão tendo casos de dengue, mas a Secretaria Municipal de Saúde vai estender até a semana do dia 17 de fevereiro, para que assim possam ter melhor êxito na ação.

“Também há algumas orientações aos moradores para colaborarem com a gente no sentido de eliminação dos criadouros. Nosso índice larvário referente a janeiro de 2020 ficou pronto e deu 5.3, é um índice alto porque o recomendado pelo Ministério da Saúde é que não ultrapasse 1. Os recipientes que nós mais encontramos larvas foram latões de água de chuva, bebedouros de animais, pratos e vasos de plantas e embalagens recicláveis. Precisamos da colaboração dos munícipes para que combatem conosco o Aedes aegypti”, completou a coordenadora Vanessa.

 

PROGRAMAÇÃO

A Unidade de Saúde que atende o Jacb vai dar o pontapé inicial nos trabalhos de prevenção na segunda-feira, dia 10. Na quarta-feira (12), Jardim Arapuã. Na quinta-feira (13), Jardim Novo Mundo e na sexta-feira (14), Jardim Oiti.

Durante a semana do dia 17, as atividades serão nos bairros atendidos pelas unidades do São Jorge, Jardim Municipal, Uniamérica, Jardim Paraíso e Roque Viola.